Monitoramento Inteligente de Pacientes

Os sensores proprietários da AZ Medical medem sinais vitais em tempo real usando tecnologia não invasiva e de nível médico.

Saiba mais

Desenvolvido internamente e em processo de patente, nossos sensores e seus algoritmos são projetados para captura e análise clara de sinais fotopletismográficos (PPG), possibilitando a medição de uma ampla gama de sinais vitais complexos.

Os sensores proprietários da AZ Medical respondem a uma necessidade urgente não atendida: monitoramento dos sinais vitais a qualquer hora, em qualquer lugar, continuamente.

Frequência Cardíaca
Variação da Frequência Cardíaca
Frequência Respiratória
SpO2
Temperatura
Postura
ECG
Queda

Conectividade e Integração

Nossos dispositivos se conectam aos nossos aplicativos mobile e Web, totalmente integráveis a qualquer tipo de sistema e customizáveis, carregando todos os dados na nuvem.

Telemedicina

Nossos sensores são uma solução de longo prazo para monitoramento remoto de pacientes, ideal para serviços de Telemedicina, lares de idosos, serviços de Home Care e de cuidados crônicos.

Redução de até
65%
das readmissões hospitalares
Redução de até
15%
das visitas de emergência
Redução de até
14%
dos dias em leitos hospitalares

Hospitais

A coleta de sinais vitais geralmente é solicitada de acordo com a política da unidade e não com a necessidade do paciente. Pode ocorrer deterioração perigosa da condição do paciente nos intervalos entre o monitoramento dos sinais vitais, além do desperdício de tempo para as equipes de enfermagem - as enfermeiras gastam em média 40% de seu tempo monitorando pacientes e 35% registrando tais medições 1

Até
75%
dos eventos adversos e óbitos evitáveis ​​ocorrem fora da UTI em camas não monitoradas 2
Até
60%
de todos os pacientes do hospital não são monitorados continuamente
Pacientes não são monitorados em até
96%
do período de permanência no hospital 3
1 A 36-Hospital Time and Motion Study: How do Medical-Surgical Nurses Spend Their Time? 2 Haraden C. Diagnostics for Patient Safety and Quality of Care. Patient Safety Executive Development Forum, Institute for Healthcare Improvement. 2014. 3 Weinger MB and Lee La. No patient shall be harmed by opioid-induced respiratory depression. APSF Newsletter. Fall. 2011